Florianópolis, Santa Catarina

Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017

TECNOLOGIA

Sinapse da Inovação encerra inscrições em 5 de novembro

Publicado em 23/10/2015 às 11:45:51

Ao longo das últimas três semanas, 14 municípios do estado estiveram no mapa de divulgação do programa de incentivo ao empreendedorismo inovador Sinapse da Inovação.


Sinapse da Inovação encerra inscrições em 5 de novembro

Com o objetivo de esclarecer dúvidas sobre o processo e mostrar cases de sucesso de edições anteriores, foram realizados 20 eventos em todas as mesorregiões do estado. Em algumas cidades os encontros chegaram a reunir centenas de pessoas. Em Lages, por exemplo, mais de 600 interessados em participar da 5ª edição do programa compareceram ao evento. Em Itajaí, 500 pessoas assistiram à apresentação, realizada durante o Seminário de Ciência, Inovação e Empreendedorismo da Univali.

“No contato direto com a comunidade de jovens interessados em se inscrever, notamos o quanto a cultura do empreendedorismo inovador vem se enraizando no estado, algo que não era tão visível há alguns anos atrás. Certamente essa mudança deve-se em parte ao Sinapse, originário do Programa Inova SC”, opina Antônio Rogério de Souza, coordenador institucional do programa.

Responsável pela criação de quase 300 startups inovadoras, pela geração de mais de 1,2 mil empregos diretos e de 94 patentes desde sua operação piloto em 2008, o Sinapse é uma iniciativa do Governo do Estado e promovida pela FAPESC. A 5ª edição do programa, lançada no fim de agosto, traz algumas novidades: serãodisponibilizados até R$ 60 mil em recursos para cada uma das 100 empresas selecionadas – R$ 10 mil a mais do que o oferecido nas últimas operações, quando cada projeto recebia R$ 50 mil em recursos. Os selecionados ainda recebem apoio de outros parceiros do programa, como o Sebrae, que vai disponibilizar R$ 24 mil em consultoria para cada uma das empresas contempladas.

Outra mudança importante são as bolsas de auxílio aos empreendedores, oferecidas pela primeira vez por meio do programa. Cada projeto poderá solicitar uma bolsa por 12 meses. Participantes com nível de graduação podem receber valor mensal de R$ 2,5 mil, e com mestrado, de R$ 3,5 mil. O bolsista não pode ser o coordenador do projeto, possuir vínculo empregatício ou acumular outras bolsas durante o período. Com as bolsas, o recurso a ser disponibilizado pela FAPESC gira em torno de R$ 10 milhões.

As inscrições para a 5ª edição podem ser feitas em http://sc.sinapsedainovacao.com.br/ até 5 de novembro.

Como funciona o programa

Na primeira fase os interessados apresentam suas ideias de negócio e a equipe de trabalho. O objetivo é verificar se a ideia é inovadora, se traz benefícios para a região e se tem potencial de mercado. Passam para a segunda fase até 300 propostas, e os selecionados devem, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar o potencial da ideia para gerar um bom negócio. Ao longo dessa etapa são oferecidas capacitações à distância para auxiliar o empreendedor.

A terceira fase, para a qual passam até 200 das propostas ainda em jogo, consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Os finalistas são contemplados com subvenção em dinheiro e capacitação pré-incubação.

Fonte: FAPESC










Procurando algum produto ou serviço?


Publicidade










(c) 1998-2017
Portal da Ilha Comunicação Digital Ltda.

Florianópolis - Santa Catarina - Brasil

Plataforma proprietária de gestão