img

ESPORTES

Seleção Brasileira: apostas em Sportingbet na Copa América 2019

Publicado em 07/06/2019
Seleção Brasileira: apostas em Sportingbet na Copa América 2019

A Seleção Brasileira de Tite tem um novo desafio pela frente: a partir desse mês a bola rola na edição 2019 da Copa América, que será disputada em solo brasileiro.



Momento ideal para aquelas apostas certeiras! Confira o que de melhor cerca a Seleção Brasileira se tratando de apostas em Sportingbet na Copa América 2019.

O Brasil faz o jogo de abertura da competição no dia 15, contra a Bolívia, com as seguintes odds: 1.08 para a vitória da Seleção Canarinho, 9.50 pra empate e 26.00 pra caso de zebra e triunfo dos bolivianos.

No outro jogo do grupo, o equilíbrio toma conta. 3.30 em caso de vitória da Venezuela, 2.30 pela vitória do Peru e 3.00 em caso de empate.

Também já é possível lançar o seu palpite em relação a quem sairá como vencedor do grupo. Pelo primeiro lugar da equipe comandada do Tite, odds em 1.22, com o Peru pelo primeiro lugar, a odd se encontra em 7.00, enquanto pela Venezuela está em 11.00 e pela Bolívia 15.00.

O retrospecto recente deixa dúvidas. Nas últimas cinco competições, a pentacampeã mundial encerrou como líder de seu grupo em apenas duas ocasiões: em 2015 e 2011. Em 2007 e em 2004, a Seleção se classificou para a fase mata-mata como vice-líder, enquanto isso em 2016, na edição centenária, em um grupo com Peru, Equador e Haiti, a equipe decepcionou e amargou uma terceira colocação.

A busca da Canarinho é por encurtar a distância de títulos da Argentina e do Uruguai, enquanto os vizinhos conquistaram, respectivamente, 15 e 14 vezes a competição, a Seleção Brasileira conta com oito conquistas.

A última vez em que a Seleção Brasileira buscou o primeiro lugar na competição foi em 2007, quando Robinho brilhou – sendo artilheiro daquela edição com seis gols. Na grande decisão, vitória maiúscula sobre a Argentina, com gols de Julio Baptista, Ayala (contra) e Daniel Alves.

De lá pra cá, apenas decepções, a Seleção não alcançou sequer as semifinais da competição nas últimas três edições. Em 2011, o Uruguai buscou o título contra o Paraguai (enquanto Peru e Venezuela ficaram respectivamente em terceiro e quarto lugar) e em 2015 e 2016 o Chile foi buscar as suas primeiras conquistas, ambas contra a Argentina e ambas sendo decididas nas cobranças de penalidade máxima. O Peru buscou mais um heroico terceiro lugar em 2015 enquanto a Colômbia ficou com o bronze na última edição.

Aliás, das últimas quatro vezes em que a Seleção Brasileira alcançou pelo menos as semifinais, a taça veio: 1997 contra a Bolívia, 1999 contra o Uruguai e 2004 e 2007 contra os Hermanos da Argentina. A última vez em que uma semifinal foi alcançada e a taça não veio foi em 1995, quando o Brasil foi derrotado nos pênaltis para o Uruguai.  

Será a quinta vez que o Brasil vai sediar a competição continental. Dessa vez, o retrospecto é perfeito: nas outras quatro vezes (1919, 1922, 1949 e 1989), o Brasil foi campeão em todas elas. Vamos em busca do penta.