img

Florianópolis, 20/04/2024




VARIEDADES

Inscrições abertas e gratuitas para oficinas de produção de conteúdo em dança

Publicado em 02/04/2024


Pedro Alípio
Inscrições abertas e gratuitas para oficinas de produção de conteúdo em dança

Sandra Meyer, Jussara Xavier e Vera Torres




São cinco oficinas gratuitas que abordam história, memória, arquivo e escrita crítica oferecidas em Florianópolis pelo portal Midiateca da Dança. As vagas são limitadas

A produção documental no Brasil ainda é irrisória segundo as artistas e pesquisadoras Jussara Xavier, Sandra Meyer e Vera Torres. A realidade fez com elas se unissem para criar a plataforma Midiateca da Dança. Lançado em 2019, o portal reúne um rico acervo da produção de dança em Santa Catarina, em especial Florianópolis, como livros, matérias, entrevistas, vídeos e até material de divulgação de alguns trabalhos que ganharam os palcos da cidade. Se não fosse a iniciativa, boa parte da história poderia estar perdida. 

"Infelizmente no Brasil muitos acervos pessoais estão desprotegidos e dispersos. E os institucionais, raros, sem catalogação e divulgação devidas. A produção crítica perdeu espaço na grande mídia, cada vez mais voltada para o entretenimento do audiovisual e televisão. Em alguns sites e páginas de artistas se encontra alguma reflexão para além da divulgação de eventos", comentam as idealizadoras.

Viabilizado pelo Edital Lei Paulo Gustavo LPG SC 2023, o trabalho de qualificação da plataforma continua, agora com a proposta de instrumentalizar pessoas interessadas em aprender sobre como arquivar, escrever criticamente, desenvolver narrativas e conhecer mais da história da dança catarinense por meio de cinco processos formativos. As oficinas são gratuitas e as vagas limitadas - 40 por tema. 

"Neste projeto, a parte final de cada oficina programada é destinada à escrita orientada de textos analíticos e críticos para posterior seleção e publicação no site. A ideia é estimular o uso dos arquivos, mover pesquisas e pensamentos, incentivar processos de leitura de contextos e acontecimentos históricos, bem como, de obras de dança e artes, para composição de diferentes escritas. Despertar maior conhecimento e interesse na Midiateca de Dança em nível nacional é um desafio", pontuam.

Oficinas e temas

Como fazer mover arquivos de dança? é tema da primeira oficina ministrada pela pesquisadora-artista Sandra Meyer no dia 11 de abril, das 14h às 16h, no Memorial Meyer Filho, no centro de Florianópolis. A proposta é relacionar memória, história e arquivo a partir do corpo que dança. Sandra vai além da ideia de arquivo como objeto que guarda documentos, e situa o corpo-arquivo, que carrega vivências e conhecimentos de vida. 

No dia 12 de abril, das 14h às 16h, Mônica Dantas conduz a oficina "MOCAP: A captura de movimentos como dispositivo de documentação em dança". Professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRG), ela fará uso do equipamento Perception Neuron 3 (PN3) e do software Axis Studio, uma tecnologia que permite que os participantes vistam um dispositivo capaz de registrar movimentos e gerar avatares dançantes. O objetivo é experimentar e refletir sobre a ferramenta como forma de registro e documentação em dança. 

"Crítica de dança como composição de memória" é assunto para a artista-pesquisadora Jussara Xavier destrinchar no dia 15 de abril, das 14h às 16h. A aula irá motivar a pesquisa do acervo da Midiateca e de outros portais dedicados à dança com o objetivo de despertar a análise crítica e contextualização das obras nos tempos em que foram criadas. 

No dia 16 de abril serão realizadas duas oficinas. Das 14h às 16h, Vera Torres remonta as "Narrativas sobre Histórias da Dança no e do Brasil". Doutora em Estética, Ciências e Tecnologia das Artes, Torres apresenta e analisa estudos e pesquisas publicados no período de 1960 e início de 2000 que tratam sobre o processo histórico da dança no Brasil. 

Das 16h às 18h, "Histórias da Dança Catarinense" dá destaque às obras de artistas catarinenses e residentes do Estado que protagonizaram o movimento local e nacional da dança a partir da segunda metade do século XX. A oficina será ministrada pelas idealizadoras da Midiateca da Dança. As inscrições gratuitas estão disponíveis no link da bio do perfil @midiateca_de_danca 

O projeto Midiateca da Dança tem apoio do Instituto Memorial Meyer Filho e Memorial Meyer Filho, Banco do Brasil, Fundação Catarinense Franklin Cascaes e Prefeitura Municipal de Florianópolis e Projeto Carne Digital (Esefid/UFRGS). Tem realização via edital da Lei Paulo Gustavo LPG SC 2023 – executado com recursos do Governo Federal e Lei Paulo Gustavo de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura.

SERVIÇO:

O que: Oficinas oferecidas pela Midiateca de Dança

Quando:

11 de abril - "Como fazer mover arquivos em dança?" com Sandra Meyer, das 14h às 16h

(40 vagas)

12 de abril - "MOCAP: A captura de movimentos como dispositivo de documentação em dança" com Mônica Dantas, das 14h às 16h (40 vagas)

15 de abril - "Crítica de dança como composição de memória" com Jussara Xavier, das 14h às 16h (40 vagas)

16 de abril - "Narrativas sobre histórias da dança" com Vera Torres, das 14h às 16h (40 vagas)

"História da dança catarinense" com Jussara Xavier, Sandra Meyer e Vera Torres, das 16h às 18h (40 vagas)

Onde: Memorial Meyer Filho 

Endereço: Praça XV de Novembro, 180 - Centro, Florianópolis - SC, 88010-400

Formulário de inscrições (gratuita)https://forms.gle/KGkXNJfWLebvCLoG9

Site: https://midiatecadedanca.com

Instagram: @midiateca_de_danca



Inscrições abertas e gratuitas para oficinas de produção de conteúdo em dança










Shopping








Leia também ...



















Aqui tem mais notícias para você ler ...



Contribuia com apenas R$ 1,00 no PIX

Abra o APP de seu banco.


Mais lidas de hoje


Editorias
Geral
Cidades
Comunidade
Variedades
Tecnologia
Turismo
Esportes
Diversão
Politica
Musica
Regional
Marketing

Nossa rede
Unique TV
Unique Planalto Norte
Rádio Unique
Sport SC
Trip News
Tech Today
Jornal Trindade
Rádio C4 FM

Publicidade