img



TECNOLOGIA

Aumento da demanda por soluções na nuvem incentiva surgimento de Cloud Brokers

Publicado em 25/01/2018


Aumento da demanda por soluções na nuvem incentiva surgimento de Cloud Brokers



Desenvolvedores de aplicações e clientes de infraestrutura de cloud buscam alternativas para otimizar e economizar na busca por fornecedores

Qual a melhor solução em cloud computing para a sua empresa? Entre tantos fornecedores fica realmente difícil saber. A realidade é que a infraestrutura em nuvem e o crescente leque de opções desse serviço vêm se popularizando no Brasil e a estimativa é que o investimento das empresas nessa tecnologia cresça 40% em 2018 em toda a América Latina, conforme dados da IDC Brasil.

Essa demanda fez surgir uma nova atividade no País: a de Cloud Broker (uma espécie de corretor de nuvem), que atua como um intermediário na negociação entre empresa e fornecedor com o diferencial de ter o know-how de mercado para aconselhar a respeito de quais serviços irão se adequar melhor às necessidades da empresa, gerando mais economia e maior funcionalidade. “Trabalhar só com cloud já não é mais suficiente. Os clientes querem quem ofereça cada vez mais nuvens híbridas, estruturas multi cloud e recursos como o balanceamento de carga, controle e visibilidade. Essas novidades permitem integrar os antigos data centers e oferecem uma relação mais vantajosa no custo do serviço”, explica o diretor de Tecnologia e Inovação da cloud broker Teltec Solutions, César Schmitzhaus.

As soluções oferecidas por um cloud broker também podem servir para escalar a demanda de manutenção de aplicações e bancos de dado web, sobretudo quando o diagnóstico pode demorar muito para ser feito pelo fornecedor. “Nosso fornecedor internacional demorava muito para resolver os problemas. O broker que contratamos manteve nossa plataforma, é parceiro da mesma empresa mas nos atende de forma extremamente rápida”, afirma o sócio-fundador e CTO da ExactSales, Felipe Roman. 

Um cloud broker pode oferecer uma estrutura híbrida, disponibilizando recursos conforme a demanda e evitando que uma empresa abandone sistemas em que investiu anteriormente, de uma hora pra outra. É possível contratá-lo para atender apenas o excedente, por exemplo, de forma temporária ou permanente, e não desperdiçar o que já foi aplicado em tecnologia no passado. Segundo Schmitzhaus, essa opção permite que se faça o chamado “balanceamento de carga”, quando é possível contar com estruturas baseadas em cloud e direcionar o tráfego de um site ou o armazenamento de arquivos e sistemas para servidores locais ou remotos. “É melhor para todo mundo: os clientes usufruem do investimento que fizeram por mais tempo e os brokers popularizam a tecnologia”, diz.

Outra tendência identificada num cenário cada vez mais integrado e que exige um olhar experiente de um cloud broker é o conceito de multi cloud. Ele sugere que o serviço de computação em nuvem seja prestado não somente por uma empresa — Amazon, por exemplo — mas por várias. “Imagine que cada empresa ofereça um serviço melhor que a outra. O Cloud Broker tem condições e conhecimento necessário para escolher vários fornecedores, de modo que o cliente receba o melhor de cada área”, explica César.









Shopping








Leia também ...



















Aqui tem mais notícias para você ler ...



Contribuia com apenas R$ 1,00 no PIX

Abra o APP de seu banco.


Mais lidas de hoje


Editorias
Geral
Cidades
Comunidade
Variedades
Tecnologia
Turismo
Esportes
Diversão
Politica
Musica
Regional
Marketing

Nossa rede
Unique TV
Unique Planalto Norte
Rádio Unique
Sport SC
Trip News
Tech Today
Jornal Trindade
Rádio C4 FM

Publicidade