img

MARKETING

Privatização dos jogos de azar representaria o futuro para o Brasil?

Publicado em 15/07/2020

Privatização dos jogos de azar representaria o futuro para o Brasil?

O setor de jogos de azar no Brasil tem passado por um momento de muita discussão e as mudanças agora parecem ser cada vez mais prováveis.


 O país ainda precisa aprovar leis que permitam cassinos, que é outro setor que continua pressionando, pois esse seria um bom meio de retorno do dinheiro à economia. A pandemia do Coronavírus aumentou ainda mais as dificuldades atuais no Brasil, que há muito tempo tem uma economia em dificuldades, que agora ficou ainda pior. É por isso que agora parece que a indústria de apostas esportivas poderia ser privatizada, o que traria o apoio necessário ao Brasil, se for aprovado pelo presidente Jair Bolsonaro.

O Brasil agora quer mover todas as operações de apostas esportivas sob a propriedade do estado e privatizadas. Isso está sendo delineado em um novo plano, que também já recebeu o sinal verde do ministro da Economia, Paulo Guedes. Isso é positivo, e oferece uma chance muito maior da probabilidade de acontecer. Mas primeiro deve ser aprovado pelo presidente, que há muito tempo é contra o jogo e sua entrada na economia, como nos resorts de cassino. Ele também acreditava que o COVID-19 foi uma farsa desde o início e não sendo o que parece, o que está sendo mostrado pela mídia e pelos líderes mundiais em todo o mundo.

Uma coisa certa foi o impacto que o COVID-19 teve nas economias de todo o mundo, e o Brasil não foi poupado. O PIB sofreu uma redução de 1,5%, que foi observada somente no primeiro trimestre do ano, e agora a situação se agravou. Isso pode ser observado em muitos outros países, como no Reino Unido, por exemplo, com uma redução no PIB de cerca de 10%, após a pandemia. Todas essas estatísticas mostram que é necessário fazer mudanças no Brasil e em outras áreas, a fim de ajudar a reter empregos e trazer o dinheiro necessário para a economia. É por isso que o setor de jogos voltou a ser questionado, pois proporcionaria uma grande quantidade de dinheiro necessário para o Brasil e resultaria em mudanças reais.

O Brasil agora procura responder aos fatores econômicos mencionados anteriormente, com um Programa de Parceria de Investimentos (PPI), visando a melhor forma de compensar os danos que foram causados. Parte desse plano inclui a privatização de apostas esportivas e de cassino no Brasil, que pode se tornar parte do Programa Nacional de Desestatização (PND). No momento, jogadores estão visitando sites como Casinos.pt para acessar serviços de jogos. Estes são cassinos online seguros, que não apenas oferecem bônus, mas também oferecem vários jogos, como caça-níqueis, blackjack, roleta e até pôquer. Esses jogos gratuitos continuam a ser extremamente populares aos jogadores no Brasil e mostram ainda o quão benéfico para a economia brasileira poderia ser a privatização do setor de jogos.

O plano atual que está sendo implantado afirma que o principal beneficiário do negócio de apostas esportivas seria o governo. No entanto, isto não representa nenhum risco, sendo estendido aos titulares de licenças. O governo estaria recebendo dinheiro com as taxas de licenciamento, além dos altos impostos. Se isso seguir, não há dúvida de que o Brasil verá um enorme fluxo de operadoras abrindo, as quais não são baseadas no Brasil, algo que é visto em todo o mundo. Eles procurariam capturar parte de um novo mercado em abertura, que é outra questão que precisaria ser analisada com antecedência.

O Brasil precisará garantir a implantação de um sistema que garanta a segurança e a integridade do novo mercado. Isso não deve ser um problema no Brasil, já que existem muitos serviços que podem garantir que isso seja mantido. Trata-se de garantir a manutenção de altos padrões, em um setor que está sempre no radar de todo o mundo. Esta é uma notícia positiva para o Brasil e agora será interessante assistir e acompanhar como esse processo ocorrerá nos próximos meses. Finalmente, estamos prontos para ver um crescimento do mercado de jogos de azar no Brasil, o que seria um grande novo fluxo de receita para uma economia que precisa dele.