img

TURISMO

Arte e memória a céu aberto em Paris

Publicado em 21/09/2018 - 23:50:47

Conheça o Cemitério parisiense Père-Lachaise e entenda porquê ele é um dos locais mais visitados da capital francesa


Denise Redel/Divulgação
Arte e memória a céu aberto em Paris

Por: Denise Redel

O mais famoso cemitério do mundo, e o maior de Paris, está localizado no 20ème, como os parisienses dividem seus distritos, os chamados arrondissements, em uma área de mais de 40 hectares e com mais de 90 divisões. Pode parecer complicado desbravá-lo, e é mesmo!  Mas com algumas dicas a visita pode se tornar mais produtiva. 

Chegando ao Père-Lachaise

Há 5 entradas de acesso ao cemitério Père-Lachaise. Escolher a melhor delas faz toda a diferença.  Considerando que o terreno é íngreme, a melhor opção é acessar o local pela parte superior, entrada próxima ao Porte Gambetta ( linha 3 de metrô), o que garante um bom nível de energia poupada, já que andaremos basicamente em descida, finalizando o passeio na entrada principal, na boulevard de Ménilmontant (linha 2 do metrô). 

Entendendo o Père-Lachaise

Ao longo do cemitério há placas com as devidas divisões e ruas, mas elas de nada ajudarão se não tivermos em mãos um mapa do local, com as devidas indicações dos pontos que desejamos priorizar na nossa visita. Portanto, o melhor é imprimir um mapa (disponível na internet) e anotar os túmulos que você deseja ver. Feito isso, crie um roteiro personalizado, agrupando por divisões. Assim você não andará de um lado para o outro em busca deles. Muitas divisões concentram sepulturas famosas, que podem estar mais para o meio, ou mesmo extremamente visíveis, por isso é importante fazer esse “pré-roteiro”. 

Perdendo o foco

Mais do que encontrar as sepulturas de personalidades que marcaram a história e, até mesmo, ídolos pessoais, o local merece atenção pela quantidade de esculturas magníficas que proporcionam uma experiência em um museu gratuito e a céu aberto. 
Extremamente arborizado, não é difícil nos depararmos com pessoas sentadas em seus bancos, apenas contemplando, desenhando ou lendo. Pode parecer estranho, mas ao julgarmos a quantidade de detalhes que roubam nosso olhar, se torna totalmente justificável. 

Informações práticas

O acesso é gratuito, de março a outubro de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h (esse horário você deve sair do cemitério); nos sábados das 8h30 às 18h; domingo e dias de férias das 9h às 18h. De novembro a março, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30. 
Veja mais fotos:
 


Denise Redel/Divulgação
Arte e memória a céu aberto em Paris



Denise Redel/Divulgação
Arte e memória a céu aberto em Paris








Veja a galeria completa