Ao Vivo

Urban Sports recebe Israel Cordova da Rádio Figueira

Renatinho Pires recebe Albeneir Pereira e Thay Valtrin no Urban Sports

Dazaranha completa 25 anos com show acústico especial com a Camerata Florianópolis

Confira a entrevista exclusiva com a dupla sertaneja Jorge e Mateus no P12 em Jurerê Internacional

img
GERAL

Evento em Florianópolis reúne educadores para falar sobre habilidades socioemocionais

Publicado em 19/06/2018 - 11:05:55

O evento será às 18h, no Restaurante NB Steak


Foto Ilustrativa
Evento em Florianópolis reúne educadores para falar sobre habilidades socioemocionais

Local do evento


No próximo dia 21, quinta-feira, o projeto elaborado pela Eleva Educação sobre habilidades socioemocionais estará em Florianópolis para um encontro com educadores para debater o assunto. Durante o evento, além de apresentar o Laboratório Inteligência de Vida (LIV), que estimula o desenvolvimento dessas habilidades, contará com palestras do coordenador do LIV, Caio Lo Bianco, do professor e diretor da Eleva A+, Marcelo Tavares, e do escritor e pesquisador, Amyr Klink.

Todas as escolas brasileiras terão de incluir o tema nos seus currículos, a partir de 2020, conforme prevê a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). “O LIV é um projeto grande, com material, série e livros próprios, e surgiu da ideia de que é preciso ensinar os alunos a lidarem com emoções, interagir com pessoas diferentes, trabalhar em equipe, ter iniciativa, entre outras características fundamentais não aprendidas em aulas convencionais”, explica Lo Bianco.

As palestras ministradas por eles abordarão sobre a “inteligência emocional na educação escolar”, “como as habilidades socioemocionais podem nos ajudar a superar os desafios da vida” e “técnicas para uma nova escola”. “Vale lembrar que essas habilidades são essenciais para a formação integral do ser humano e, principalmente, para o exercício futuro de cidadania pautada na ética e na empatia”, afirma Lo Bianco.

O LIV é aplicado aos alunos da rede Eleva Educação (Elite Rede de Ensino, Colégio Pensi, Alfa, Coleguium e Escola Eleva), e escolas que já contrataram o programa separadamente, num total de 80 mil alunos em todo país.