img
CULTURA

Concertos AF apresenta o multiculturalismo de Bïa em Florianópolis

Publicado em 16/05/2018 - 19:08:21

Brasileira, radicada na França e no Canadá, a cantora se apresenta dia 1º de junho em Florianópolis


Foto Ilustrativa
Concertos AF apresenta o multiculturalismo de Bïa em Florianópolis

Teatro Pedro Ivo


A Aliança Francesa de Florianópolis através do projeto Concertos AF traz à capital catarinense Bïa krieger, ou apenas Bïa, como é mundialmente conhecida, com seu show ‘Coeur Vagabond’, para única apresentação no Teatro Pedro Ivo, dia 01 de junho.

Radica na França desde a década de 80, Bïa, que nasceu em Santa Catarina em 1967, viveu de perto o período da ditadura militar e, como muitos em sua época, fugiu com a família passando sua infância entre o Chile, Peru e Portugal. Com a anistia retornaram ao Rio de Janeiro, mas logo a inquieta Bïa partiria para Paris, onde finalmente se estabeleceria e começaria sua bem-sucedida carreira musical internacional.

Com trabalhos premiados - como La Mémoire du Vent, álbum que recebeu o prêmio francês Grand Prix de l’Académie Charles Cros - com belíssimo repertório e presença marcante, Bia é talentosa em vários campos. Ela é uma guitarrista habilidosa, dança em um nível profissional, tem uma voz quente e expressiva e pode compor em vários idiomas.

“Eu acredito que cada idioma é um mundo próprio, e tem uma maneira de ver e dizer o mundo que é único. Você tem "saudade" em português, ‘privacy’ em inglês, por exemplo, que não tem equivalente em francês (...), mas há ‘art-de-vivre’ para compensar isso!”, relata a cantora.

A assinatura de Bïa, desde sua estreia, foi o encontro entre a musicalidade e poesia brasileiras e a língua francesa, que ela domina como nativa. Interpretando versões francesas de Chico Buarque, autorizadas e incentivadas por ele, a cantora cativou o público e a mídia francesa e canadense.

Coeur Vagabond

Lançado em 2006, pela Sony-BMG,  ‘Coeur Vagabond’ é um trabalho de grande beleza e originalidade composto de 6 versões brasileiras de canções francesas (de Gainsbourg, Brassens, Voulzy, etc) e 6 versões francesas de músicas de nossos grandes compositores (Chico, Caetano, Djavan, Vinícius etc), bem como uma autoral, ‘Bilíngue’, que com maestria e humor ilustra o encontro de duas culturas feitas para se amarem. Este trabalho foi premiado no Canadá (Félix du Meilleur Album Musiques du Monde 2006), levando a cantora a uma longa turnê por esse país onde acabou se radicando, sempre encontrando sucesso de crítica e público e encarnando, principalmente no Canadá francês (Québec), a cultura brasileira da qual é vista como embaixadora permanente.

Retorno

Agora Bïa volta ao Brasil para uma série de concertos e aulas-espetáculos em universidades federais (USP, UFPr, UFSC) onde abordará o encontro poético da chanson française e da MPB. E, a convite da Aliança Francesa de Florianópolis, apresentará no Teatro Pedro Ivo uma seleção de suas melhores músicas, com um espaço especial para esse encontro França-Brasil que é sua marca registrada.