img
GERAL

Mercado pet em Santa Catarina cresce 12% em 2017

Publicado em 14/02/2018 - 19:06:40

Houve aumento no número de estabelecimentos como hospitais, clínicas, consultórios e pet shops


Viviane Araújo/Divulgação
Mercado pet em Santa Catarina cresce 12% em 2017

Luciano Grannemann e Silva


Nem mesmo a economia instável e o aperto no orçamento doméstico fazem os donos de animais de estimação descuidarem da saúde e da estética dos seus pets – impulsionando este mercado em Santa Catarina.

É o que mostra um levantamento do Conselho Regional de Medicina Veterinária de SC (CRMS/SC). De acordo com a entidade, o número de estabelecimentos ligados ao setor cresceu 12% em 2017 na comparação com 2016. O maior incremento foi no número de hospitais, (66%), seguido por clínicas (37%), pet shops (8%) e consultórios (6%).

Um dos exemplos deste bom momento é a clínica Cão.Com, de Florianópolis, que registrou no ano passado faturamento acima da média: 20%, e incremento de 13% no número de clientes. Os resultados foram positivos em quase todos os setores da empresa como: hospital (36%), plantão (39%), consultas (7%), pronto atendimento (22%), especialidades (100%), internação (11%) e exames (12%). Já o ticket médio passou de R$ 230,00 para R$ 267,00.

Para o proprietário da clínica e Médico Veterinário, Luciano Granemann e Silva, o aumento na procura se deve à melhora das condições financeiras dos clientes e o crescente interesse das pessoas em ter um pet, principalmente via adoção. “Na nossa clínica, a maioria dos animais é adotada. É uma tendência mundial a busca por uma vida mais feliz e prazerosa, onde os pets são um elemento fundamental”, afirma.

De olho no crescimento deste mercado, o empresário decidiu ampliar e modernizar a clínica.  Foram investidos cerca de R$ 200 mil na reforma, que iniciou ano passado e está em fase de finalização. Houve ampliação da área da farmácia, abertura novos consultórios, melhoria nos acessos, criação de estacionamento e implantação de setores para internação separados para cães e gatos.

Uma das exigências dos tutores na hora de escolher uma clínica veterinária é o nível de profissionalismo do corpo clínico e a experiência, que no caso da Cão.Com são de 18 anos – foi uma das primeiras de Florianópolis. “Nossa equipe é formada por 62 profissionais, sendo 20 veterinários. Há especialistas em várias áreas e com muitos anos de atuação”, explica Luciano.