CULTURA

Festa do Divino Espírito Santo recebe registro de patrimônio imaterial

Publicado em 09/02/2018 - 14:20:12

O Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, entregou oficialmente no dia 8 de fevereiro o Certificado de Registro da Festa do Divino Espírito Santo, reconhecendo a manifestação como patrimônio cultural imaterial de Santa Catarina.


Divulgação / Assessoria de Imprensa
Festa do Divino Espírito Santo recebe registro de patrimônio imaterial

Com 244 anos de existência, a Festa do Divino da IDES soma-se à outra importante e histórica manifestação religiosa, A Procissão do Nosso Senhor dos Passos, no registro de patrimônio cultural imaterial do Estado. A Diretoria de Preservação do Patrimônio Histórico da FCC analisa outros processos de registro, como a pesca da tainha com auxílio de golfinhos em Laguna, o Cacumbi de Araquari e o queijo serrano de Lages. “Trata-se de um esforço pelo reconhecimento não só do patrimônio material, que hoje chegamos a 351 bens tombados, mas também do imaterial, a partir do registro destas fundamentais manifestações da nossa cultura e história”, explica o presidente da FCC.

A concessão do registro foi precedida pela aprovação, pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC), do parecer da FCC que ressalta o “profundo embasamento originário de uma pesquisa histórica, mostrando que a Irmandade do Divino Espírito Santo de Florianópolis foi criada em 1773 e reflete as tradições da cultura dos povoadores açorianos da Ilha de Santa Catarina”. Além disso, é destacado que “a manifestação ocorre não apenas em Florianópolis, mas também em dezenas de outros municípios catarinenses, expondo seu caráter relevante para a cultura de nosso Estado”. “Assim, a FCC, o Conselho e o Governo do Estado, manifestam sua profunda atenção a essa manifestação que atravessou dois séculos por meio da Irmandade do Divino Espírito Santo e que transcende a questão religiosa, valorizando suas ações culturais, filantrópicas e sociais”, disse Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

Reconhecimento da FCC, do CEC e do Governo da importância das festividades da Irmandade do Divino Espírito Santo e sua indiscutível tradição histórica que envolve a comunidade há mais de 200 anos. Elas celebram ao longo destes séculos a tradição da matriz portuguesa e se perpetua não só em Florianópolis mas em todo litoral catarinense. Por isso entendemos ser de extrema importância o reconhecimento, pela FCC, CEC e Governo do Estado, deste patrimônio imaterial catarinense e que consolida também a todas as ações, não só de cunho religioso, mas também filantrópico e social que a Irmandade do Espírito Santo dedica à cidade.









Procurando algum produto ou serviço?


Publicidade





Cadastre-se

(c) 1998-2017
Portal da Ilha Comunicação Digital Ltda.

Florianópolis - Santa Catarina - Brasil

Plataforma proprietária de gestão