Ao Vivo

Entrevista com Andrés Madero, diretor da Infinera LATAM, durante a Futurecom 2018

ZECA PAGODINHO NA P12 E AFTER NO DONNA JURERE COM BLOG DO BAXO

Logicalis apresenta na Futurecom soluções para a cadeira produtiva do vinho utilizando IoT

Solenidade de abertura da Futurecom contou com a presença de autoridades do setor

img

TURISMO

Saiba o que os três principais destinos de verão têm em comum

Publicado em 26/12/2017 - 17:04:08

Festas públicas, beach clubs, praias de água cristalina e atividades para toda família: saiba por quê São Paulo, Florianópolis e Rio de Janeiro são os queridinhos do turismo de verão do Brasil


Paulo Luís Cordeiro/Arquivo/Portal da Ilha Digita
Saiba o que os três principais destinos de verão têm em comum

Se você faz planos ou está de viagem marcada para São Paulo (SP), Florianópolis (SC) ou Rio de Janeiro (RJ), você escolheu um dos três destinos turísticos mais procurados durante a temporada de alto verão 2018 do País. Juntas, as três capitais devem concentrar 7,4 milhões de viagens em três meses, compreendidos entre o início e o fim do verão - 21 de dezembro a 20 de março.

Com passagens aéreas mais baratas e o início da recuperação do poder de consumo do brasileiro, a hotelaria nacional deve registrar média de 80% de ocupação no período, de acordo com a Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV). Enquanto na capital paulista, a corrida de São Silvestre, o Réveillon da Avenida Paulista, o carnaval e o turismo de negócios movimentam a hotelaria, no litoral e no interior, beach clubs, casas noturnas e eventos de rua lotam das areias às cidades. Não à toa que Praia Grande aparece como 4º destino mais procurado da temporada.

Segundo o presidente da ABIH-SP, Bruno Omori, os destinos de praia do Estado já estão com 95% das acomodações reservadas para a noite da “virada”. O Réveillon, porém, é só o começo. Durante todo o verão, São Paulo mantém uma programação extensa que envolve galerias de arte, festivais gastronômicos, shows musicais e grandes festas de pré ao pós-carnaval. A capital dos bares e botecos também desenvolve um calendário de exposições, feiras e convenções que mantêm a “casa” cheia.

Na região de Florianópolis e suas dezenas de praias da ilha, continente e cidades vizinhas, a programação de Réveillon será o abre alas para um dos melhores verões do turismo no Estado. De acordo com o secretário de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina, Leonel Pavan, a estimativa é que o estado supere a marca de 90% de ocupação hoteleira na alta temporada. O setor deve registrar um crescimento geral de 10% no período. Santa Catarina uma infinidade de atrações para todos os perfis de público, das praias familiares, de descanso, às praias badaladas que ficam frenéticas para festas, shows e atrações musicais nacionais e internacionais dos beach clubs. A atratividade dos destinos catarinenses cresceu, de acordo com Pavan, após aumento dos investimentos em infraestrutura, promoção e qualificação da oferta, incluindo novos equipamentos turísticos. E a procura cresce não só entre brasileiros: cerca de 1 milhão de argentinos são esperados até o fim do verão 2018.